Rio Grande do Sul volta a ter temporais a partir desta sexta (10)

59

Depois de alguns dias registrando chuvas mais localizadas, o Rio Grande do Sul deve voltar a sofrer com temporais a partir desta sexta-feira (10).

++ Onda de calor no Rio de Janeiro deve durar até o dia 17

Com isso, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas devem ser mais intensas no centro-leste e nordeste do estado.

Assim, a previsão é que os acumulados de chuva entre esta sexta e segunda-feira (13) superem os 150 milímetros em boa parte do Rio Grande do Sul.

Dessa forma, a região metropolitana de Porto Alegre, já muito atingida pelas enchentes, também deve registrar grandes volumes de chuva até a próxima segunda.

As chuvas nesse local são preocupantes porque é onde se encontram algumas das principais bacias de captação do rio Guaíba. Com os níveis já muito elevados, novos temporais podem agravar ainda mais as inundações no estado.

++ Cavalo ilhado em Canoas é resgatado no Rio Grande do Sul

De acordo com o meteorologista da Climatempo, Fábio Luengo, as bacias da região devem receber o maior volume de chuva, especialmente próximo ao Rio Caí e no Vale do Rio Taquari.

É bom lembrar que o Rio Grande do Sul já contabiliza mais de 100 mortos e mais de 130 desaparecidos por conta das chuvas. Há 395,6 mil pessoas fora de casa. Desse total, são 68,5 mil em abrigos e 327,1 mil desalojados (pessoas que estão nas casas de familiares ou amigos).

Além disso, com o grande volume de chuvas esperado para os próximos dias, o Inmet emitiu alguns alertas meteorológicos para diferentes regiões do estado.

O alerta mais intenso, de “perigo”, abrange a metade norte do Rio Grande do Sul, incluindo cidades como Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Santa Maria e Passo Fundo. Nesses locais, as chuvas podem superar os 100 milímetros por dia, com ventos intensos, de até 100 km/h.

As demais regiões do estado estão sob o alerta de “perigo potencial” devido às chuvas intensas. Assim, são esperadas chuvas de até 50 milímetros por dia nesses locais, com ventos que não devem passar dos 60 km/h.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.