Cidade de São Paulo tem maio mais quente desde 1943, afirma Inmet

1

O mês de maio de 2024 foi marcado por recordes de calor e chuvas abaixo da média na cidade de São Paulo, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), registrados na estação meteorológica convencional da capital paulista, Mirante de Santana, na Zona Norte.

++ Centro-Sul do Brasil terá calorão nos próximos dias

Assim, a média de temperaturas máximas foi de 27,3°C, que é 3,9°C acima da Normal Climatológica, de 23,4°C para o mês.

A saber, este também é um novo recorde, que ultrapassa os anteriores marcados em 2019 e 1984, com 25,6°C de média das temperaturas máximas.

Com isso, a maior temperatura registrada no mês foi de 32,8°C, no dia 5. Bateu o recorde de 31,7°C registrados em 3 de maio de 2001.

++ Quase 40% da água tratada no Brasil é perdida antes de chegar às casas

Por outro lado, a menor temperatura do mês foi marcada no dia 29, com 10,4°C. A média de temperaturas mínimas também ficou mais elevada e superou outras médias da série histórica. Neste ano, a média do mês foi de 18,2°C. Até então, 2019 tinha registrado a maior marca, com 17,2°C. O desvio foi de 3,5°C acima.

A maior amplitude térmica diária, ou seja, a distância entre a temperatura máxima e a mínima no mesmo dia, foi de 13,2°C neste mês de maio, registrada no dia 23 – com mínima de 19,3°C e máxima de 32,5°C.

Já a menor amplitude térmica foi de 2,3°C, no dia 15, com mínima de 17,3°C e máxima de 19,6°C.

Dessa forma, em relação às chuvas, maio teve o volume de água 13% abaixo do esperado, segundo a Normal Climatológica de 1991 a 2020. Em maio, os registros foram de 57,9 milímetros, 8,4 milímetros abaixo do normal, que seria 66,3 milímetros.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.