Parte de estudo sobre vacina, Botucatu imuniza mais de 65 mil moradores em um dia

A cidade de Botucatu, no interior de São Paulo, imunizou mais de 65 mil moradores neste domingo (16), com doses do imunizante da Oxford/AstraZeneca. O objetivo da vacinação em massa promovida no município é testar a eficácia da vacina, desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a Fiocruz, contra as novas variantes do coronavírus. 

+ Ricardo Nunes assume a prefeitura de SP e nega troca de secretariado

“Vamos ampliar a testagem, que está em estudo no Ministério da Saúde. Botucatu é um exemplo: testou sua população, acompanhou toda a evolução da doença e, por isso, precisou somente em duas situações fazer uma restrição maior na mobilidade”, afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante a vacinação.

Segundo o Ministério da Saúde, 80 mil doses do imunizante da Fiocruz foram doados para a iniciativa pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). O estudo deve durar oito meses e toda a população adulta da cidade deve receber as duas doses, além de monitoramento dos resultados. As vacinas são destinadas aos cidadãos de 18 a 60 anos de idade.