Dono do Grupo Madero nega falência e desmente fechamento da rede

O empresário Junior Durski, dono do Grupo Madero, negou ter ido à falência. Ele criticou as notícias que afirmavam que a rede de restaurantes poderia fechar as portas e desmentiu essa possibilidade. Segundo o empresário, a empresa continua com planos de expansão e contratação de novos funcionários.

+ C&A desmente valor do cachê de Juliette em nova coleção de roupas

“Referente a matérias publicada na imprensa vermelha e tendenciosa ontem, tenho a dizer que o Grupo Madero tá muito bem, temos um caixa muito robusto, seguimos firmes com a nossa expansão, contratando pessoas, pagando imposto e ajudando o Brasil”, garantiu Durski, criticando os veículos de comunicação responsáveis pelas matérias.

Anteriormente, o próprio Grupo Madero já havia se pronunciado sobre o acúmulo de dívidas. “A liquidez disponível mais o caixa adicional esperado, gerado pelas operações, não será suficiente para pagar o total das obrigações de dívida de curto prazo antes ou na data de vencimento sem financiamento adicional”, informou a empresa, em nota.

Mesmo assim, o Grupo pretende renegociar a dívida com bancos parceiros. Ao todo, o Madero rede deve R$2,4 bilhões a bancos, fornecedores, tributos, entre outros.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.