Butantan desmente médico que afirmou não ter produzido anticorpos após tomar a CoronaVac: “Desserviço”

O Instituto Butantan precisou desmentir uma nova fake news sobre a vacina CoronaVac nesta terça-feira (13). Através das redes sociais, a instituição contrariou o vídeo de um médico de Divinópolis, Minas Gerais, que disse não ter produzido anticorpos após ser vacinado com o imunizante.

+ À CPI, Ministério da Saúde admite ineficácia do Kit Covid

No Twitter, o Butantan classificou a afirmação como um “desserviço à saúde”. “Testes sorológicos não servem para avaliar proteção contra a Covid-19, como já alertou a Anvisa”, explicou o Instituto em seu perfil oficial.

No vídeo, o médico conta ter sido vacinado com as duas doses, sendo a primeira em janeiro e a segunda 21 dias depois. Ele diz ter realizado o exame de titulação de anticorpos neutralizante seis meses após receber a vacina e apresentado o resultado de 10% na produção de anticorpos, exigindo uma nova vacinação.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.