É #Fato que Dilma e Lula são réus em ‘Quadrilhão do PT’

 

Na última sexta-feira (23), o juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, atuante da 10º Vara Federal do Distrito Federal, aceitou a denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR), no ano de 2017 contra os dois ex-presidentes do Partido dos Trabalhadores (PT): Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Junto com eles, estão os ex-ministros da Fazenda Antonio Palocci e Guido Mantega, e o ex-tesoureiro João Vaccari Neto. Sendo assim, os petistas são réus e analisados por organização criminosa.

De acordo com a acusação elaborada por Rodrigo Janot (procurador-geral da República), foram desviados da empresa estatal, Petrobrás, R$ 1,5 bilhão ao longo de todos o tempo em que o PT governou o país, o que resulta em 14 anos.

Os valores tornaram possíveis o pagamento de propinas para empreiteiras como OAS, Camargo Corrêa, Mendes Júnior, Galvão Engenharia, Engevix e Odebrecht. As informações são da Operação Lava Jato e todas as empresas citadas possuíam contrato com a estatal petrolífera.