É Mentira: filha de Che Guevara não coordenou o programa ‘Mais Médicos’

2

 

Postagens nas redes sociais afirmam que Aleida Guevara, filha de Che Guevara, foi uma pessoa ativa no programa ‘Mais Médicos’, como coordenadora/diretora na Organização Pan-Americana de Saúde ou no Brasil. Não é verdade.

Mesmo sendo médica pediatra e defendendo fortemente o programa de envio de médicos cubanos para o Brasil, Aleida nunca coordenou o programa e nem se quer foi responsável por ele. A assessoria da Opas esclarece que os coordenadores do Mais Médicos foram Renato Tasca, Carlos Rosales (interinamente) e Gabriel Vivas (atual).

As declarações falsas sobre a presença de médicos cubanos no país aumentaram ainda mais esta semana e têm circulado com mais frequência desde que o governo anunciou a decisão de encerrar a participação do programa no Brasil, por conta das declarações do futuro presidente, Jair Bolsonaro.

Outra informação mentirosa é que só existem duas faculdades de medicina em Cuba, as quais formam apenas 300 médicos por ano. Este é outro exemplo de informação falsa que tem circulado amplamente pelas redes sociais.

Na verdade Cuba tem atualmente cerca de 20 faculdades, escolas e universidades que oferecem o curso e entre 30 mil e 50 mil estudantes de medicina no país, onde se destacam a Universidad de La Habana e a Escuela Latinoamericana de Medicina (Elam).