Boulos, Manuela e Dilma não usaram dinheiro público em viagem para Buenos Aires

“Neste momento, em Buenos Aires, em um hotel de luxo pago pelo dinheiro do povo brasileiro, a cúpula do social-caviar se reúne”

A frase é #Fake!

Uma publicação nas redes sociais viralizou no final de novembro por afirmar que o ex-candidato do PSOL à Presidência da República, Guilherme Boulos, a ex-candidata a vice-presidente pelo PCdoB, Manuela D’Ávila, e a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) teriam usado o dinheiro público para se hospedar em hotel de luxo em Buenos Aires, na Argentina. Entretanto, a informação é falsa.

A montagem diz que eles teriam ficado entre os dias 19 e 20 de novembro de 2018, de fato foram, mas não foi com o dinheiro público que ficaram hospedados no Alvear Art Hotel, localizado em Puerto Madero. Os políticos brasileiros em acusação, estiveram junto com outros líderes da esquerda latino-americana para a 8ª Conferência Latino-Americana e Caribenha de Ciências sociais.

Figuras importantes como argentina Cristina Kirchner e o uruguaio José Mujica também marcaram presença o encontro. A organização do evento foi feita pelo Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (Clacso) e afirma que não houve um único centavo de dinheiro brasileiro envolvido, muito menos no transporte e hospedagem de Dilma, Manuela e Boulos.

Todos os gastos foram de responsabilidade da Clacso e inclusive, a ex-presidente Dilma viajou ao evento por conta de um convite da organização.