Investigação aponta farsa em entrevista com princesa Diana em 1995

Uma investigação independente da BBC News, comandada pelo ex-juiz da Suprema Corte John Dyson, apontou erros na entrevista concedida pela princesa Diana ao canal de televisão em 1995. A apuração revelou o uso de métodos antiéticos pelo jornalista Martin Bashir, acusado de falsificar documentos para para conseguir uma conversa com Lady Di.

+ 17 filmes espanhóis para assistir na Netflix

De acordo com o relatório do caso, Bashir, que deixou a emissora na última sexta-feira (14) por motivos de saúde, teria apresentado extratos bancários mentirosos sobre Diana para o Conde Spencer, irmão da princesa, em uma tentativa de se aproximar dela.

A BBC pediu desculpas à família de Diana e endereçou uma carta a seus filhos, William e Harry. Nesta quinta-feira (20), o príncipe William se pronunciou através das redes sociais oficiais da família real de Kensington e lamentou que a mãe, que faleceu em 1997, não tenha descoberto a verdade.

A entrevista teve grande repercussão na época e contou com grandes revelações de Lady Di, que se abriu sobre seus problemas com a bulimia e revelou ter mantido uma relação extraconjugal, além de afirmar que havia “três pessoas em seu casamento”, se referindo à Camilla Parker Bowles, atual esposa do príncipe Charles.