Joe Biden afirma que pedido prisão contra líderes israelenses no TPI é “ultrajante”

29

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou a decisão do promotor do Tribunal Penal Internacional (TPI) de solicitar mandados de prisão contra líderes israelenses, incluindo o premiê Benjamin Netanyahu. Ele chamou o pedido de prisão de “ultrajante”.

++ Ex-advogado de Trump diz que roubou R$ 153 mil do ex-presidente

“Deixe-me ser claro: seja o que for que este promotor possa sugerir, não há equivalência nenhuma entre Israel e o Hamas”, escreveu o presidente.

“Estaremos sempre ao lado de Israel contra ameaças à sua segurança.”

++ Onda de calor termina, mas temperaturas continuam altas

Além disso, John Kirby, porta-voz da Casa Branca, pontuou que o governo dos EUA manterá contato com membros do Congresso sobre a ação no TPI.

A informação sobre o pedido de prisão foi anunciada com exclusividade durante entrevista de Karim Khan, procurador do TPI, a Christiane Amanpour, âncora da CNN.

Ele afirmou que vai pedir a prisão do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu; do ministro da Defesa israelense, Yoav Gallant; e de autoridades do Hamas, como o líder Yahya Sinwar.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.