Justiça nega pedido de DJ Ivis para censurar vídeos de agressão à ex-esposa

Após a repercussão dos vídeos em que aparece agredindo a ex-esposa, Pamella Holanda, o DJ Ivis entrou com um pedido para que as cenas fossem censuradas, o que a justiça negou. Ivis ainda teria pedido, também, que a ex-esposa fosse impedida de citá-lo na imprensa.

+ Pamella relata as agressões que sofreu de DJ Ivis: “Estava grávida de 5 meses quando ele me arrastou pelo pescoço”

As filmagens foram compartilhadas pela própria Pamella, que chegou a ser agredida na frente da filha Mel, de 9 meses, além de um homem e uma pessoa que estavam presentes no local.

O DJ Ivis chegou a ser levado à delegacia, mas foi liberado. Ele segue sendo investigado por violência doméstica pela Polícia Civil do Ceará. A justiça do estado concedeu à Pamella Holanda uma medida protetiva de urgência.

Em entrevista ao colunista Leo Dias, Pamella revelou que a primeira agressão ocorreu quando ela estava grávida de 5 meses, quando DJ Ivis a pegou pelo pescoço e a arrastou pelo apartamento. Segundo a vítima, o ex-marido chegou a deixar ela e a filha com apenas R$ 12 na conta bancária.